quarta-feira, 10 de novembro de 2010

O evangelho de Gênesis

Calma caro leitor [a], não precisa esfregar os olhos para ver se leu direito: é isso mesmo! Temos um evangelho em Gênesis.
Você deve estar perguntado: Mas no livro do Gênesis um evangelho? Impossível! Gênesis trata da criação dos céus e da terra, da vegetação, dos luminares e do homem.
O “Segredo”
O nome em hebraico é algo profundo e revelador. No nome está implícito algumas verdades relacionadas ao caráter e a vida da pessoa. Poderia dar alguns exemplos: Nabal, que significa louco, néscio. Isaque, riso. Davi, amado. Salomão, pacífico. Olhando a vida destes personagens bíblicos, veremos facetas e detalhes de suas vidas que estão relacionados [in] diretamente com o significado dos seus nomes.
Vamos atentar para a genealogia de Adão a Noé (Gn 5):
Adam –> Seth –> Enosh –> Kenan –> Mahalalel –>Yared –> Enoch –> Methuselah –> Lamech –> Noah
Nome Significado

Adam Homem


Seth Apontado


Enosh Mortal


Kenan Aflição, Sofrimento


Mahalalel O Elohim Bendito


Yared Descerá


Enoch Ensinando, Ensinamento


Methuselah Sua morte trará


Lamech O Desesperado


Noah Conforto, Descanso
A frase formada é fascinante, impactante, brilhante:
“[Ao] Homem é Apontada Mortal Aflição, [Mas] o Elohim Bendito descerá Ensinando [que] sua Morte Trará ao Desesperado [O] Conforto, Descanso.


É por isso que a cultura judaica é fascinante. Há coisas que podemos até rejeitar, mas há outras, como esta pérola acima, que nos faz pensar e meditar quão profundo são os mistérios da Palavra de Deus.
Não é nada cabalístico! Pense, estude, e tire suas próprias conclusões. Quem lê, entenda!

Autor: Sha’ul Bentsion
Adaptado por: Pr Marcelo Oliveira.